CIRCUITO CAIXA & INTERESTADUAL

Deixei de fazer uma sugestão muito importante na última vez que escrevi, mas agora não tenho como me manter calado: Se você presa pela sua saúde, não invente de competir no sábado e no domingo! Isso é algo tremendamente desnecessário e desgastante, pra não dizer que é um tanto quanto muito burro. E se por algum motivo o fizerem uma vez, pelo amor de Deus, espero que aprenda a lição e não o faça novamente. E logicamente, se estiver debilitado de saúde, não participe de prova alguma.

Bem, como vocês podem ver, não foi exatamente este o conselho que segui. Duas semanas depois da dolorosa experiência na Volkswagen (fiquei o domingo todo sem conseguir andar), me vi repetindo a façanha. No dia 3/DEZ participei da última etapa do Circuito Loterias Caixa Brasil Paraolímpico aqui em São Paulo e no dia 4/DEZ contei com a ajuda imprescíndível da minha tia Elisete para dar cabo de mais um fim de semana de jornada dupla  ao participar do Interestadual de paratriathlon em Brotas, a 3h30min de distância da Capital.
E pra melhorar a situação, fiz isto tudo, com a garganta inflamada.
Bem, não preciso comentar a respeito dos resultados não é mesmo. Não tenho treinado para provas curtas de natação mas nadar os 50m livre e os 200m medley, apesar de sofrido foi muito gostoso. Foi uma bela despedida. E de repente ao ver todos aqueles atletas da nova geração da natação confirmei o meu pressentimento, não pertenço mais àquele lugar. A dois anos atrás meu sonho era integrar a seleção brasileira de natação e hoje sou muito grato por tudo que aprendi com a água, mas encontrei meu caminho, e sei que é no triathlon que vou conseguir me realizar.